Topo

Curiosidades


Estrela do rock e ex-militar: quem é Keanu Reeves em "Cyberpunk 2077"?

Chistian Petersen/AFP
Ovacionado no palco da E3, Keanu Reeves terá participação importante em "Cyberpunk 2077" Imagem: Chistian Petersen/AFP

Gabriel Francisco Ribeiro

Do START, em São Paulo

2019-06-20T04:00:00

20/06/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Keanu Reeves será personagem importante na trama do game "Cyberpunk 2077"
  • Ator viverá personagem central nos acontecimento do RPG que inspira o jogo
  • História do personagem tem carreira militar, vida de estrela de rock e mais
  • Papel de Reeves será crucial para história e servirá como "mentor" no game

Keanu Reeves foi, sem dúvida, a personalidade que chamou a atenção na E3 2019. O ator carismático, que interpretou personagens icônicos em filmes como "Matrix" e "John Wick", apareceu de surpresa na apresentação da Microsoft para revelar que seria um personagem no aguardado jogo "Cyberpunk 2077", que chega em 16 de abril de 2020. E não será um personagem qualquer.

Primeiro, porém, a má notícia: você não poderá controlar Keanu Reeves no jogo. Pelo menos o estúdio CD Projekt Red já adiantou que o personagem dele será o segundo com mais falas no game, atrás apenas do protagonista, chamado V.

O ator te acompanhará na história como uma espécie de mentor e assistente digital dentro da sua cabeça. Achou complicado? Então segue o texto que a história vale a pena.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Ex-militar e estrela do rock

Reeves será Johnny Silverhand, um personagem que surgiu muito antes do jogo sequer começar a ser desenvolvido. Para entender melhor, é preciso saber que o personagem vem dos originais Cyberpunk 2013 e Cyberpunk 2020, sistemas de RPGs de mesa lançados há 30 anos que inspiraram o novo "Cyberpunk 2077".

O personagem, por sinal, parece perfeito para um ator como Reeves. Silverhand pertencente à classe dos Rockerboys no RPG: roqueiros rebeldes que lutam contra o sistema por meio da música.

Reprodução
Personagem de Keanu Reeves tem braço robótico como na história original Imagem: Reprodução

Antes de ser um roqueiro engajado, ele era um soldado que desertou de um conflito na América Central. Nessa guerra, os Estados Unidos fizeram testes cibernéticos e de drogas para combate nas tropas. É possível ver no trailer de "Cyberpunk 2077" que o braço prateado de metal de Silverhand - sua marca registrada, como o nome do personagem diz - está presente.

Ao desertar do exército, o personagem no antigo RPG bolou uma identidade nova e partiu para Night City, cidade que é o principal cenário do futuro jogo. Por lá, ele começou uma baita banda chamada Samurai. O protagonista V, inclusive, usa uma jaqueta estilosa com o nome da banda às costas.

Os músicos chegaram a alcançar sucesso mundial até a banda se separar e Johnny partir para a carreira solo, que se tornou cada vez mais política. Quando uma gravadora rival descobriu seu passado de desertor, ele passou a ser chantageado para que se unisse ao selo. Em vez disso, o personagem foi a público para revelar sua identidade.

Decepção amorosa e morte trágica

Johnny chega até a lançar um álbum para contar suas experiências como soldado, mas em 2012 (no tempo do jogo de RPG) algo muda tudo. Nesse ano, a namorada do personagem, uma operadora de sistemas chamada Alt Cunningham, é sequestrada por uma corporação chamada Arasaka.

Algo muito importante para a história: ela é a desenvolvedora de um programa chamado Soulkiller, um jeito de digitalizar e até transferir mentes das pessoas entre corpos - Arasaka a sequestrou exatamente para que criasse uma nova versão do sistema somente para a empresa.

Para resgatar Alt, Johnny realiza um show em um parque na frente do prédio da Arasaka. Tudo, porém, era uma distração. Rola um tiroteio e Johnny entra na companhia só para encontrar a namorada já morta.

O que o cantor não sabia era que Alt tinha transferido a si mesma para o computador da empresa usando o Soulkiller, na esperança de usar as defesas da companhia contra a própria Arasaka Corporation. Ela esperava, depois, voltar ao seu corpo e escapar, mas tragicamente acaba sendo impedida pela ação de Johnny - assim, ela fica presa à máquina como um "fantasma digital".

Divulgação
Capa do livro de RPG tem até citações de Johnny Silverhand Imagem: Divulgação

No último livro de Cyberpunk 2020, Johnny busca vingança contra a Arasaka Corporation, depois de descobrir que Alt sobreviveu como uma inteligência artificial na posse deles e estava sendo forçada a desenvolver uma terceira versão do Soulkiller.

A treta novamente não foi boa para o astro do Rock. Johnny até consegue fazer com que sua equipe resgate Alt e a liberte para a rede, mas é atingido e partido ao meio por um tiro de espingarda. Além disso, para aumentar a certeza de sua morte, uma bomba nuclear é detonada no prédio, gerando até escombros radioativos em Night City.

O que vai rolar em "Cyberpunk 2077"

É a partir disso que somos levados ao personagem de Keanu Reeves em "Cyberpunk 2077". A história dele não precisa necessariamente seguir o que aconteceu no Cyberpunk 2020. É possível que o novo game tome várias liberdades criativas para adaptar esse mundo aos videogames.

Ainda assim, algumas informações sobre o papel de Johnny Silverhand já foram confirmadas - e que fazem sentido com a história anterior dele.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Segundo o site GameSpot, que teve acesso a imagens de uma hora do jogo em uma apresentação a portas fechadas na E3 2019, o personagem principal que o jogador controla tem um biochip implantado no cérebro, onde Johnny reside. Ou seja, na sua trágica morte é possível que tenha havido tempo para ele transferir a consciência para um computador.

Johnny Silverhand, então, existe como um "fantasma digital". A partir disso, você terá de cultivar um complexo relacionamento com essa consciência, do início ao fim do jogo - incluindo discussões sobre ações que você toma e ele possa discordar.

À medida que as peças do quebra-cabeça de "Cyberpunk 2077" vão sendo encaixadas, temos cada vez mais ansiedade para entrar de cabeça nessa história. E vocês?

Mais Curiosidades