menu

Topo

Feira sem relevância? Sony explica ausência na E3 2019

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do GameHall

2019-02-13T12:49:33

13/02/2019 12h49

No ano passado a Sony chocou o mundo ao anunciar que, pela primeira vez na história da empresa, não participará da E3 2019, um dos eventos mais tradicionais e importantes da indústria.

Agora em recente entrevista ao site CNET, Shawn Layden, o chefe de estúdios da PlayStation, resolveu dar mais detalhes sobre o motivo desta decisão.

Segundo executivo, a E3 foi criada em um período onde a internet não tinha grande força e que servia a dois grupos: varejistas e jornalistas.

Mas os tempos mudaram, a internet oferece informações 24 horas por dia, então a E3 "se tornou uma feira sem muita atividade comercial. O mundo mudou, mas a E3 não mudou necessariamente com isso".

"Agora temos um evento em fevereiro chamado Destination PlayStation, onde trazemos todos os varejistas e parceiros third-party para virem ouvir a história do ano. Eles estão fazendo discussões de compra em fevereiro. Junho [quando acontece a E3 2019], agora, é tarde demais para ter uma discussão de Natal com os varejistas", declarou.

Layden ainda explicou que a nova estratégia da Sony é lançar jogos em menor quantidade para se concentrar, e levar mais tempo, na produção de grandes títulos.

"Chegamos a um ponto em que junho de 2019 não era o momento de termos uma coisa nova a dizer. E nós sentimos que se chamássemos a atenção de todo mundo, as pessoas viriam com a expectativa de que falaríamos algo".

"Estamos progredindo na conversa sobre como transformar a E3 para ser mais relevante? A transição da E3 pode ser mais para um festival de fãs de jogos, onde não precisamos nos reunir para jogar a próxima novidade bombástica? Não pode ser apenas uma celebração de jogos e ter painéis onde levamos os desenvolvedores de jogos mais perto dos fãs?", questiona, concordando com o jornalista que o evento deveria seguir um estilo mais parecido com o da Comic-Con.

A E3 2019 acontece entre 11 e 13 de junho, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Diferente da Sony, a Microsoft já anunciou que pretende fazer um grande evento na feira.

Siga o UOL Start no

Mais Start