Topo

Há preocupação na Blizzard a respeito da relação com a Activision, diz site

Reprodução
Diablo Immortal Imagem: Reprodução

Do GameHall

2018-11-22T18:43:04

22/11/2018 18h43

Um artigo bastante detalhado publicado esta semana na "Kotaku" mostra informações a respeito de como anda a parceria entre a Blizzard e a Activision.

Embora a Blizzard tenha mantido sua independência no começo desta união, ocorrida em 2008, a situação mudou de uns tempos para cá e ela passou a atuar mais juntamente com a Activision, algo que pode ser confirmado com a chegada das versões para PC de "Destiny 2" e do novo "Call of Duty: Black Ops 4" em sua plataforma digital Battle.Net.

VEJA TAMBÉM

A Blizzard contratou recentemente uma nova diretora financeira, Amrita Ahuja, que estava anteriormente trabalhando no departamento de relações financeiras da Activision. De acordo com o site, ela anunciou maneiras de cortar custos na Blizzard durante uma reunião anual da empresa ocorrida no começo do ano.

"Este é o primeiro ano em que ouvimos uma prioridade sendo cortar custos e tentar não gastar tanto," disse uma pessoa que estava na reunião. "Foi apresentado da seguinte forma: 'Não gaste dinheiro onde não é necessário.'"

O ano de 2018 não foi muito expressivo para a Blizzard, com a empresa lançando apenas atualizações para seus jogos já existentes, tais como "Overwatch" e "Hearthstone", juntamente com a expansão "World of Warcraft: Battle for Azeroth", considerada aquela com as vendas mais rápidas até agora.

Reprodução
Diablo Immortal Imagem: Reprodução

Após o anúncio de "Diablo Immortal" para dispositivos móveis na BlizzCon, o produtor executivo da empresa, Allen Adham, confirmou que há jogos mobile sendo desenvolvidos "para todas as nossas propriedades intelectuais", reforçando a ideia de que a produtora estaria mesmo querendo poupar gastos, visto que jogos deste porte tendem a custar menos para serem desenvolvidos.

Ainda de acordo com o artigo da "Kotaku", a Blizzard chegou a trabalhar em uma versão de "Diablo IV" que era similar a "Dark Souls", com visão em terceira pessoa ao invés da tradicional perspectiva isométrica. O trabalho havia começado após o cancelamento da segunda expansão para "Diablo III". O projeto, no entanto, não foi adiante, e agora a produtora está desenvolvendo uma nova versão de "Diablo IV", de codinome "Fenris", que irá supostamente apresentar a estética dos dois primeiros jogos da série.

Além de "Diablo Immortal", a Blizzard recentemente anunciou "Warcraft III: Reforged", versão remasterizada do clássico jogo de estratégia em tempo real, com lançamento previsto para 2019 no PC.

Siga o UOL Start no

Mais Start