Topo

Vai de "PES 2019" ou de "FIFA 19"? Aqui nós te ajudamos a decidir

Rodrigo Lara

Colaboração para o UOL Jogos

2018-08-13T04:00:00

13/08/2018 04h00

Há coisas que se repetem todos os anos e a disputa entre "FIFA 19" e "PES 2019" é uma delas. As duas principais franquias de games de futebol entram em campo anualmente no segundo semestre e, junto com elas, muita gente acaba tendo a dúvida: afinal, qual dos dois é o melhor?

O UOL Jogos teve a oportunidade de testar, ainda que rapidamente, ambos os jogos. E, antes de mais nada, deixamos claro que não há, exatamente, um jogo "melhor". Felizmente para os jogadores, as duas franquias chegaram a um nível elevado de qualidade nos últimos anos, a ponto de serem apenas jogos diferentes.

VEJA TAMBÉM 

Escolher entre um ou outro, portanto, tem muito mais a ver com as preferências pessoais do que, propriamente, com a qualidade do produto em si.

E é justamente nesse aspecto que vamos tentar ajudar. Abaixo nós listamos as principais características de um jogo de futebol e explicamos como "FIFA 19" e "PES 2019" se encaixa nelas.

Realismo

Esse provavelmente é o ponto no qual "FIFA 19" e "PES 2019" são mais parecidos. Ambos os games têm jogadores que se movimentam de maneira realista, ainda que "PES 2019" tenha jogadores ligeiramente mais "duros" do que os de "FIFA 19".

Nos dois games, a física da bola e dos jogadores é bastante convincente e, se a ideia é se aproximar do que vemos em uma partida no mundo real, os dois mandam bem. Outros elementos como gramado, estádios (aqui, leve vantagem para a ambientação de "PES 2019) e torcida ("FIFA 19" leva nesse ponto) são igualmente bons nos dois títulos.

Divulgação
Jogadores são bem parecidos com suas versões reais em ambos os jogos Imagem: Divulgação

Jogabilidade

Aqui começam a surgir diferenças mais pronunciadas. Iniciando por "FIFA 19", a edição deste ano apresenta um ritmo um pouco mais lento do que o visto em "FIFA 18", o que exige uma abordagem um pouco mais técnica dos jogadores, privilegiando mais a construção de jogadas do que a correria em si. "FIFA 19" também introduz novas mecânicas, como um sistema de passe mais preciso e também a chamada "finalização calibrada", que permite que os jogadores ajustem os chutes e cabeçadas com mais precisão.

"PES 2019", por outro lado, é aquele tipo de jogo que qualquer pessoa com o mínimo de familiaridade com games de futebol pode pegar o controle e jogar de maneira minimamente satisfatória. Essa aparente simplicidade, no entanto, é apenas uma camada superficial e quem decidir se aprofundar no jogo terá um bocado a aprender, seja em termos de dribles (aqui, menos intuitivos do que os de "FIFA 19") ou criação de jogadas.

Táticas

Tanto "FIFA 19" quanto "PES 2019" reforçam que os jogadores sentirão em campo os efeitos do tipo de tática escolhido. O jogo da EA chega com um novo sistema de definição da formação do time que, ao menos em tese, seria mais dinâmico. Já o título da Konami segue com o visto em "PES 2018", o que permitia escolher estilos de jogo e filosofias de futebol vistos no mundo real.

Na prática, sentimos mais o efeito das táticas em "PES 2019". Em uma partida entre Liverpool e Inter de Milão, o time inglês dependia mais de jogadas rápidas e toques curtos de bola, enquanto os italianos tinham um esquema que favorecia passes longos e jogadas em velocidade. Aparentemente, valerá a pena perder alguns minutos no planejador tático do game.

Reprodução
Nenê é um embaixador do "PES 2019" Imagem: Reprodução

Times

Outro ponto no qual "FIFA 19" e "PES 2019" se diferem bastante são os times. E, aqui, a percepção é totalmente diferente dependendo do fato de você se importar com a presença de clubes brasileiros ou não.

Assim como em "PES 2018", a edição deste ano do game da Konami tem como grande atração a presença de equipes brasileiras licenciadas e também do Campeonato Brasileiro. Só nele você poderá reunir os amigos e ter cada um escolhendo os times do coração para disputar partidas.

Divulgação
"FIFA 19" terá a Liga dos Campeões licenciada Imagem: Divulgação

Por outro lado, em termos globais, "FIFA 19" é mais completo. Além da enorme quantidade de clubes e seleções licenciadas, o jogo também adquiriu a licença da Liga dos Campeões da Europa, o principal torneio de clubes do mundo.

Modos de jogo

"FIFA 19" oferece uma grande variedade de modos de jogo, com destaque para o "Jornada" - no qual os jogadores seguem os passos do jogador Alex Hunter - e o aclamado FIFA Ultimate Team ou, simplesmente, "FUT". Há também o "Pro Clubs", que permite aos jogadores criarem um jogador e fazer com que ele evolua na carreira. Também é possível ser o técnico de um time, definir quais jogadores serão contratados e, claro, controlar seu esquadrão em busca de títulos. E há a expectativa por um modo "battle royale", ainda um tanto misterioso.

Reprodução
Ultimate Team é um dos destaques do "FIFA 19" Imagem: Reprodução

"PES 2019", por sua vez, traz a tradicionalíssima "Master Liga", o modo gerencial no qual os jogadores administram um clube, contratando jogadores e correndo atrás de títulos. Há também o "My Club", que funciona de maneira similar à vista no "FUT" de "FIFA". Nele, os jogadores montam equipes e disputam partidas para conseguir mais moedas e, com isso, contratar jogadores. Essa modalidade pode ser disputada de forma cooperativa.

Gráficos

Os dois têm um bom apuro visual. "FIFA" se vale da engine Frostbite, que ajuda a criar efeitos de luz mais pronunciados. É um toque extra de realismo, mas que pode incomodar alguns jogadores ao passarem por áreas mais iluminadas do campo. A torcida também é bem feita e os jogadores tem feições e porte físico realistas.

"PES 2019", no entanto, apresenta gráficos mais polidos, em especial no que diz respeito à aparência dos jogadores e a textura do gramado. Além disso, os estádios contam com mais detalhes e os principais têm apresentações detalhadas, mostrando os arredores de onde se situam. Parece besteira, mas é algo que ajuda a criar um clima positivo para as partidas.

Mais Start