Topo

De surpresa, "Pokémon Go" volta a funcionar no Brasil por cerca de uma hora

Reprodução
Mapas brasileiros voltaram a ser povoados por monstrinhos e ginásios em "Pokémon Go" Imagem: Reprodução

Claudio Prandoni

Do UOL, em São Paulo

2016-07-11T00:55:58

2016-07-13T11:38:13

11/07/2016 00h55Atualizada em 13/07/2016 11h38

Voltou a funcionar na madrugada de domingo (10) para segunda-feira (11) o game mobile "Pokémon Go". Contudo, a alegria durou pouco: o jogo funcionou apenas por cerca de uma hora.

Usuários que acessaram o game tanto em suas versões para iOS quanto Android (incluindo testes feitos pela redação do UOL Jogos) viram o mapa do jogo ser povoado por PokéStops, ginásios e, claro, monstrinhos - o prédio da FIESP, em São Paulo, por exemplo, revelou-se como um dos ginásios onde treinadores podem lutar com suas criaturas.

Vale notar, porém, que o jogo ainda não aparece nas lojas online brasileiras dos dois sistemas operacionais e não houve qualquer comunicado oficial dizendo que o game foi lançado oficialmente no país. Fica a impressão de que o breve funcionamento do game foi algum tipo de teste de servidor.

No Japão, por exemplo, o mesmo aconteceu: o mapa foi povoado por monstrinhos e locais para explorar, para tudo ser removido cerca de uma hora depois.

Lançado de surpresa na terça-feira (5) da última semana, "Pokémon Go" chegou a funcionar por algumas horas no Brasil antes de parar de operar corretamente. Não houve qualquer tipo de comunicado oficial por parte da Nintendo ou Niantic, desenvolvedores do jogo, mas especula-se que tenha sido algum tipo de bloqueio por localização, para não sobrecarregar os servidores do game.

Mesmo em países onde ele foi lançado oficialmente, como Estados Unidos e Austrália, o jogo funcionou de forma inconstante, com diversas quedas de servidor.

O game gratuito, desenvolvido pela Niantic em parceria com a Pokémon Company, permite que usuários explorem uma versão do mundo real na qual monstrinhos estão escondidos por todos os lados. Trata-se de uma experiência de realidade aumentada: enquanto anda por um parque, por exemplo, um jogador pode encontrar, lutar contra e capturar um Bulbasaur.

Por ora, "Pokémon GO" só tem os primeiros 151 monstrinhos da franquia. A Pokémon Company ainda não revelou planos para acrescentar os remanescentes.

Mais Start