Os melhores da E3 2019

Os principais jogos, personagens e tendências da maior feira de games do mundo

Bruno Izidro e Gabriel Francisco Ribeiro Do START, em São Paulo

Electronic Entertainment Expo. E3. A mais importante feira de games do mundo. Muitos nomes para identificar o evento que mostra o quê, como e até com quem vamos jogar videogames nos próximos anos.

Com o término da edição 2019, que aconteceu mais uma vez em Los Angeles, entre 11 e 13 de junho, oficialmente, fica a pergunta: qual o significado de tudo o que foi apresentado ali?

Para a equipe START essa E3 representou, claramente, o início do fim -- de um ciclo de uma geração de consoles. Ao mesmo tempo, enxergamos um rápido vislumbre do futuro,em que novos consoles podem atuar como servidores de streaming e em que os jogos em nuvem serão o limite, transformando a forma como poderemos consumir videogames daqui para frente.

Veja, a seguir, o melhor resumo dos eventos mais importantes da E3. (A gente JURA que é um resumo. Teve novidade a dar com pau.)

Reprodução Reprodução

A nova geração chegou! (ou quase isso)

Está liberado anunciar videogame novo sem revelar muita coisa, produção? Porque foi isso que a Microsoft fez.

Sem mostrar o visual ou mesmo o nome oficial do próximo Xbox, conhecido por enquanto como Project Scarlett, a empresa fez um suspense enorme só para revelar especificações técnicas e a previsão de lançamento para o fim de 2020.

No meio de tantas frases de efeito, a configuração do Scarlett, pelo menos, revela um aparelho realmente poderoso:

  • Processador AMD com a nova arquitetura Zen 2 personalizado para o novo console
  • GPU com a nova tecnologia Navi da AMD
  • Memória GDDR6
  • Armazenamento de dados em SSD, que também servirá como RAM Virtual

A AMD ficou mais uma vez responsável pelos componentes do console (não só da Microsoft como do novo PlayStation) e trouxe o que de melhor em placa gráfica e em processamento se pode oferecer atualmente.

Na prática, tudo isso significa um videogame que é quatro vezes mais poderoso que o Xbox One X, com uma velocidade de carregamento consideravelmente mais rápida, por causa do SSD, utilização de Ray Tracing para dar aquele upgrade visual dos futuros jogos e possibilidade de rodar games em até 120fps e 8K.

Com as mesmas especificações que a Sony já tinha revelado do próximo PlayStation, que também ainda não tem nome oficial, a queda de braço entre os dois rivais começou empatada. Pelo jeito, a E3 da nova geração foi adiada para o ano que vem.

Um console deve ser feito, construído e otimizado para somente uma coisa: jogar.

Phil Spencer

Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, mostrando uma mudança de direção em relação ao Xbox One, vendido como um sistema de entretenimento

Streaming

Os games vão para as nuvens

Microsoft

60 jogos e um Keanu Reeves

Sem a presença da Sony na E3, a Microsoft utilizou a milenar tática de apresentar 60 jogos e um Keanu Reeves no palco para brilhar, o que foi bastante efetivo para criar alvoroço e memes na internet.

Assista à conferência na íntegra (em inglês).

No mesmo embalo, a empresa aproveitou para reafirmar o Xbox como uma marca de serviço que está abraçando outras plataformas. Essa é uma mudança de mentalidade da empresa, que fez alguns anúncios que não teriam tanto espaço alguns anos atrás: a expansão do Xbox Game Pass no PC, um novo "Flight Simulator" e as novidades do remaster de "Age of Empires II".

Mesmo com tantos games legais apresentados nas quase duas horas de apresentação e uma ou outra surpresa, como a aquisição de mais um estúdio, a Double Fine ("Broken Age"/ "Psychonauts"), ficamos decepcionados. Afinal, não foi revelado quase nada do Project Scarlett, então no momento temos mais promessas do que fatos.

Você é de tirar o fôlego!

Keanu Reeves

Keanu Reeves, Ator que vai estar em Cyberpunk 2077, ao receber um elogio enquanto apresentava o jogo

Principais Jogos

  • Gears 5

    O grande lançamento exclusivo para Xbox em 2019 será "Gears 5", e o foco da apresentação foram os elementos multiplayer, incluindo um novo modo co-op para três jogadores chamado Escape. Além disso, a própria campanha principal poderá ser jogada de forma co-op, com até três jogadores em tela dividida. Data: 10 de setembro 2019.

    Imagem: Divulgação
  • Halo Infinite

    O próximo "Halo" será o jogo de lançamento do Project Scarlett, mas também será lançado para Xbox One e PC. Ele vai estrear um novo motor gráfico, a Slipspace Engine, além de resgatar o suporte de tela dividida, o que indica que vamos ter outro protagonista além de Master Chief. Data: Final de 2020.

    Imagem: Reprodução
  • Ori and the Will of the Wisps

    A segunda aventura de Ori parece ainda mais bonita que no jogo anterior. De acordo com a Microsoft, a continuação terá um sistema de combate melhorado e batalhas contra chefes gigantes, o que o trailer da E3 já mostra, além de novas mecânicas e habilidades. Data: 11 de fevereiro de 2020.

    Imagem: Divulgação
  • Cyberpunk 2077

    Deixando a presença de Keanu Reeves de lado, ficamos sabendo mais do aguardado "Cyberpunk 2077". O protagonista se chama V e está em um trabalho para obter o protótipo de um implante que dizem trazer a imortalidade. O game parecer ser aquela mistura de "Blade Runner", "Deus Ex" e narrativa de "The Witcher 3" que todos esperam. Data: 16 de abril de 2020.

    Imagem: Reprodução
  • Elden Ring

    O game que já é famoso por ser o próximo projeto dos criadores de "Dark Souls", conta com a colaboração de G.R.R Martin, autor de "Game of Thrones". Ainda há poucas informações, mas sabemos que será de mundo aberto e com foco em RPG. Sem data.

    Imagem: Reprodução
  • Dragon Ball Z Kakarot

    Jogo desenvolvido pela CyberConnect2 (série "Naruto Ultimate Storm"), esse RPG de ação promete ser o game definitivo de "Dragon Ball", recontando o começo da Saga Z dos animes. A produtora Bandai Namco promete um mundo vivo em que se poderá treinar, pescar e lutar como Goku. Início de 2020.

    Imagem: Divulgação

Nintendo

Fora da curva

Se PlayStation 4 e Xbox One estão pisando no freio para se prepararem para a próxima geração, o Nintendo Switch, sempre fora da curva, está chegando agora no ponto alto do seu ciclo de vida, cheio de lançamentos de peso ainda este ano e sem previsão para tirar o pé do acelerador.

Foi isso que a apresentação em vídeo da Nintendo Direct na E3 mostrou, e muito bem. de forma simples e direta, como vem dando certo desde quando a empresa iniciou esse formato, lá em 2013, a Nintendo apresentou jogos para o presente, e que os donos de Switch vão poder aproveitar nos próximos meses.

Assista à apresentação completa (em inglês).

Se "Bayonetta 3" ou "Metroid Prime 4" foram ausências sentidas, todo mundo esqueceu logo depois do anúncio surpreendente de uma continuação de "Breath of the Wild". Sem data e só com um vídeo teaser, mas o suficiente para deixar muitos fãs malucos.

Você não é o Bowser certo! Eu sou o Bowser dessa apresentação!

Doug Bowser

Doug Bowser, novo presidente da Nintendo of America, falando com o personagem Bowser

Principais Jogos

  • Sequência de Zelda: Breath of the Wild

    O jogo não tem nome e nem data, mas basta ser uma sequência de "Breath of the Wild" para chamar atenção. O teaser mostrado revela um clima mais sombrio e até com toques de terror. Zelda como protagonista? Ainda será um mundo aberto? Respostas que talvez só sejam respondidas na próxima E3.

    Imagem: Divulgação
  • Luigi's Mansion 3

    Um hotel mal-assombrado e um protagonista medroso são os ingredientes para mais um jogo estrelado por Luigi. O irmão de Mario agora tem novas habilidades para espantar seus fantasmas e até uma versão gosma verde para partidas co-op. Data: em algum momento de 2019.

    Imagem: Reprodução
  • Zelda: Link's Awakening

    O remake do jogo de Game Boy tem um visual charmoso e mecânicas atualizadas para reimaginar a aventura de Link na ilha Koholint. Inimigos da série "Super Mario" estão também entre as novidades. Data: 20 de setembro de 2019.

    Imagem: Divulgação
  • Astral Chain

    O novo jogo da Platinum Games ("Bayonetta"/"Nier: Automata") exclusivo para Switch é cheio de estilo em um mundo futurista com visual de anime. Além da ação, a principal mecânica do jogo são criaturas chamadas Legion, que podem ser trocadas e, com isso, mudar os estilos de combates. Data: 30 de agosto de 2019.

    Imagem: Divulgação
  • Marvel Ultimate Alliance 3: The Black Order

    Exclusivo de Switch, o jogo une diversos times e personagens da Marvel, todos baseados nas versões de quadrinhos, em uma jogabilidade de ação, com muitos inimigos e vilões para enfrentar. Data: 19 de julho.

    Imagem: Divulgação
  • Animal Crossing: New Horizons

    O jogo foi adiado para o ano que vem, mas ganhou bastante informação para os fãs que estavam ansiosos. Em uma ilha deserta como cenário, o jogador deve coletar recursos e realizar diversas atividades para fazer do lugar seu novo lar. Data: 20 de março de 2020.

    Imagem: Reprodução

PC Gaming Show

Épico, mas nem tanto

Já faz alguns anos que a E3 não é só lugar para consoles. Realizada pelo site/revista especializada PC Gamer em parceria com outras empresas, a PC Gaming Show é o palco para os jogos que os Master Race vão se gabar por apresentarem frame rate melhor nos próximos anos.

Assista à toda a apresentação (em inglês).

Este ano, a apresentação teve o patrocínio da Epic Game Store, principal rival do Steam, e apesar de alguns jogos anunciados chegarem exclusivamente para a loja, incluindo "Shenmue III", não foi um Epic Gaming Show que muitos esperavam. Na verdade, muito do que foi mostrando também vai estar disponível na loja da Valve.

Afinal, foi uma conferência ainda tradicional e engessada, mas que trouxe variedade com games de médio porte e alguns indies que nos chamaram a atenção.

Principais Jogos

  • Vampire The Masquarade: Bloodlines 2

    A conferência da PC Gaming Show contou com a revelação do trailer do novo game de uma saga lançada originalmente em 2004. O vídeo contou com trechos da história e mostrou algumas habilidades dos clãs. Data: Março de 2020.

    Imagem: Divulgação
  • Maneater

    Com um video que mostra o gameplay da E3, esse título já foi apelidado de um "GTA com tubarões". É um RPG de tubarão: o jogador incorporará o animal marinho ainda bebê e precisará crescer, ganhando habilidades e explorando os mares. Sem data.

    Imagem: Divulgação
  • Renmant: From the Ashes

    Do mesmo estúdio de "Darksiders III", o jogo será um shooter coop de até três jogadores com características para lá de sombrias. Além do PC, também estará no Xbox One e PS4. Data: 20 de agosto de 2019.

    Imagem: Divulgação
  • Baldur's Gate 3

    Sem data de lançamento, a sequência da série que teve o último título lançado nos anos 2000 chegará para o Stadia, plataforma de streaming do Google, e PC. O jogo tem um estilo baseado em regras do popular RPG Dungeons & Dragons.

    Imagem: Reprodução
  • Telling Lies

    Sucessor de "Her Story", o jogo seguirá uma narrativa não linear com elementos metalinguísticos. A ideia é que o jogador solucione o mistério e encontre a verdade entre muitas mentiras, acompanhando conversas em vídeo. Data: algum momento de 2019.

    Imagem: Reprodução
  • Cris Tales

    Uma homenagem aos RPG japoneses. Envolve uma interessante mecânica viagem no tempo que acontece em tempo real: passado, presente e futuro. Também vai sair para PS4 e Xbox One. Data: 2020.

    Imagem: Divulgação

Sony

Fica pra próxima?

Pela primeira vez desde que a E3 surgiu, em 1995, a Sony não esteve presente no evento, fosse em conferência ou mesmo com estande na feira.

Fez falta? Claro que sim. Uma das principais fabricantes de videogames sempre vai fazer falta na E3. O mesmo aconteceria se fosse a Microsoft ou a Nintendo que decidissem estar de fora.

A ausência da empresa ajudou a deixar as coisas mornas este ano, mas se não havia nenhum grande anúncio a fazer...

O único jogo que a Sony poderia mostrar na E3 seria "Death Stranding", marcado para sair em novembro deste ano. Porém, um único trailer, lançado poucas semanas antes da feira, revelando data e mais detalhes, cumpriu o trabalho de chamar a atenção e monopolizar as conversas por alguns dias.

Divulgação

Bethesda

Pelo quinto ano seguido, a Bethesda achou que seria uma boa realizar uma apresentação pré-E3 para mostrar o "Doom" que vai nos empolgar e qual jogo free-to-play deveremos ignorar.

Assista à conferência aqui (em inglês).

Por sorte, a produtora tem a ajuda também de estúdios como a Tango e Arkane, que apresentaram as partes mais interessantes.

Tivemos ainda Todd Howard, o chefe da Bethesda Game Studios, admitindo alguns erros em "Fallout 76". Esse foi o mais próximo que teremos de um pedido de desculpas dele.

(Fallout 76) teve muitas dificuldades no lançamento e nós recebemos merecidas críticas

Todd Howard

Todd Howard, pouco minutos antes de anunciarem um modo Battle Royale para o jogo

Christian Petersen/AFP Christian Petersen/AFP

Ikumi Nakamura é rainha; o resto, nadinha

Se a conferência da Bethesda foi sem grandes emoções, coube a Ikumi Nakamura roubar os holofotes. A japonesa, discípula de Shinji Mikami ("Resident Evil"), ficou menos de dois minutos no palco durante a apresentação do game "GhostWire: Tokyo", o que foi o suficiente para a internet se derreter de amores pela ansiosa, emocionada e estilosa diretora criativa.

Ela subiu ao palco pedindo desculpas pelo seu inglês, e foi espontânea como quase não vemos nas roteirizadas apresentações da E3. Simulou tons de vozes diferentes, deu pulinhos e saiu de forma espetacular antes da apresentação do jogo ao lançar pernas e braços para cima em uma pose para lá de empolgada. Seu carisma e emoção fizeram desse um grande momento da E3.

Principais Jogos

  • Ghostwire Tokyo

    Novo jogo da Tango ("The Evil Within") e apresentado pela fofíssima Ikuma Nakamura. É um jogo de ação e aventura em uma Tóquio com pessoas desaparecendo do nada e personagens com poderes sobrenaturais. Sem data.

    Imagem: Divulgação
  • Wolfentein Youngblood

    Nosso jogo preferido de matar nazistas continua a história de "The New Colossus", algumas décadas depois. Agora no controle das filhas de B.J. Blazkowicz, o jogo terá um foco na jogabilidade co-op enquanto atiramos em nazistas em Paris. Data: 26 de julho de 2019.

    Imagem: Reprodução
  • Deathloop

    Uma ilha misteriosa em que a morte não é o fim, e sim o começo de um novo ciclo. Nesse jogo de ação, dois assassinos se enfrentam. Um querendo acabar com o loop, outro querendo deixar tudo como está. Uma premissa interessante para o estúdio de Dishonored. Sem data.

    Imagem: Divulgação
  • Doom Eternal

    Se tem uma coisa que não era legal no "Doom" 2016 era o multiplayer. Para "Eternal", os criadores querem dar mais atenção e, por isso, revelaram o Battlemode, com partidas 2 vs. 1 em que a tática e a habilidade vão ser mais valiosos que os números de jogadores. Data: 22 de novembro de 2019.

    Imagem: Reprodução
Reprodução

Electronic Arts

A EA finalmente percebeu que vinha realizando uma conferência chata e, muitas vezes, desnecessária em seu evento EA Play, que acontece paralelamente à E3.

Este ano, a empresa adotou um formato de pequenas apresentações, ainda ao vivo, mas divididas por blocos para cada jogo, o que funcionou perfeitamente para quem acompanhou via streaming. Quem queria só saber de "FIFA 20" ou "Jedi: Fallen Order", por exemplo, poderia começar a assistir no horário agendado para cada bloco.

Foi um evento tão tranquilo, que nem o presidente da EA, Andrew Wilson, ousou aparecer, deixando como apresentador Greg Miller, do canal Kinda Funny.

Assista aqui (em inglês)

  • Star Wars Jedi: Fallen Order

    Depois dos vacilos da EA com outros games "Star Wars", a Respawn ("TitanFall 2") não quer se arriscar. Assim, "Fallen Order" é um jogo de ação e aventura padrão, com foco em história e participações de personagens dos filmes. Data: 15 de novembro de 2019.

    Imagem: Reprodução
  • Apex Legends

    O jogo battle royale que foi sensação no lançamento perdeu um pouco o fôlego, mas os criadores não querem deixar o hype morrer. Eles anunciaram a segunda temporada, com novas armas, nova personagem suporte, a Wattson, e outras novidades para os próximos meses.

    Imagem: Divulgação
  • FIFA 20

    A grande novidade do novo "FIFA" é o Volta Football, um modo que lembra "FIFA Street", funciona como "FIFA Street" e, basicamente, é "FIFA Street". O Volta ainda tem criação e personalização de jogadores, e um modo história que não foi bem explicado ainda. Data: 27 de setembro de 2019.

    Imagem: Divulgação
Divulgação

Ubisoft

A Ubisoft conseguiu a façanha de realizar uma conferência sem um pingo de discurso político. A empresa só mostrou um jogo que se passa na Londres pós-Brexit, outro de temática militar com discurso belicista, e as novidades do último lançamento da empresa, que se passa na Capital dos EUA após um ataque biológico no país.

Veja a apresentação completa (em inglês).

Mesmo sem um novo "Assassin's Creed" para vazar e "Skull & Bones" sem dar as caras, a empresa até que surpreendeu com jogos como "Roller Champions" e "Gods & Monsters", apostas promissoras para o próximo ano.

Sem tantos games, fomos para o cinema. A Ubi anunciou uma sitcom sobre um estúdio de games, produzida pela empresa em parceria com os produtores de "It's Always Sunny in Philadelphia". Depois veio revelação de que o filme baseado em "The Division" está sendo feito em parceria com a Netflix.

A gente percebeu logo de cara que, se iríamos fazer (a série de TV), seria da forma certa e mais autêntica possível, porque, como todos sabem, ninguém saca uma falsidade como essa comunidade (de games) em particular

Rob Mcelhenney,

Rob Mcelhenney,, Ator e produtor, comentando o motivo por fazer parceria com a Ubisoft para a nova série de TV "Mythic Quest"

  • Roller Champions

    Jogo de esportes gratuito em que duas equipes usam patins para tentar superar o adversário e marcar mais gols. Agora a Ubisoft tem um "Rocket League" para chamar de seu. Data: Início de 2020.

    Imagem: Divulgação
  • Gods & Monsters

    Nesse jogo de ação e Aventura, o jogador controla Fenyz, um herói com habilidades divinas que deve derrotar criaturas mitológicas e ajudar os deuses gregos. Tudo em um mundo com visual bem bonito. Data: 25 de fevereiro de 2020.

    Imagem: Divulgação
  • Wach Dogs: Legion

    A mecânica que chama a atenção no jogo é que todo personagem na cidade possui um perfil e habilidades, podendo ser controlado, o que possibilita uma gama de jogabilidades bem diversas, como Helen, a vovô assassina que já amamos. Data: 6 de março de 2020.

    Imagem: Divulgação
Reprodução

Square Enix

A Square Enix percebeu o vácuo no horário de apresentações pré-E3 deixado pela Sony, olhou para "Final Fantasy VII Remake" e pensou: "por que não?"

Confira a apresentação completa (em inglês).

Assim, a empresa voltou a realizar uma apresentação nos moldes tradicionais da feira. Teve muito JRPG, versões remasterizadas (incluindo " Final Fantasy VIII") e algumas poucas novidades, nada demais. Até porque, além do remake de "Final Fantasy VII", a estrela principal do show foi mesmo o inédito jogo dos Vingadores.

No final, a apresentação da empresa é o mesmo caso de reuniões que poderiam ser um simples e-mail ou, no caso, uma apresentação em vídeo. Mais simples e, digamos, "direct", sabe?

  • Final Fantasy VII Remake

    O game teve sua data de lançamento revelada, e o sistema de combate bem detalhado pela Square Enix. Além disso, o jogo virá em dois Blu-Ray no PS4 e vai se limitar a parte da cidade de Midgard, com o restante da aventura chegando posteriormente. Data: 3 de março de 2020.

    Imagem: Reprodução
  • Marvel's Avengers

    Aguardadíssimo por fãs dos "Vingadores", o misterioso jogo finalmente teve algo revelado. Os desenvolvedores enrolaram o que podiam para não dizer que o game tem uma estrutura que parece "Destiny", mas falharam. O visual dos heróis também ficou a desejar, parecendo bem genérico. Data: 15 de março de 2020.

    Imagem: Reprodução
  • Final Fantasy VIII Remastered

    O JRPG de Squall e cia. vai finalmente ganhar uma versão remasterizada, bem a tempo de celebrar os 20 anos de lançamento original. Amado por poucos e odiados por muitos, é um clássico que vai ganhar gráficos um pouco melhores para as novas gerações. Data: em algum momento de 2019.

    Imagem: Divulgação
Reprodução

Participações especiais

Keanu Reeves

Foram três minutos de pura aclamação para John Wick. Ao dizer que "Cyberpunk 2077", jogo em que interpretará um personagem, seria de "tirar o fôlego", ouviu, da plateia, um "VOCÊ é de tirar o fôlego!". Aliás, quem gritou ganhou uma cópia do game.

Jon Bernthal

Ator conhecido pelas séries "Justiceiro" e "The Walking Dead", ele subiu ao palco da conferência da Ubisoft com seu cachorro Bam Bam, um pitbull que derreteu a plateia. Bernthal será o vilão em "Tom Clancy's: Ghost Recon Breakpoint", mas agora queremos um jogo com seu cachorro.

Rob McElhenny

Ator de "It's Always Sunny in Philadelphia", Rob McElhenny apareceu no palco da conferência da Ubisoft para falar de "Mythic Quest: Raven's Banquet", uma sitcom que retrata o mundo dos desenvolvedores de jogos. A produção está sendo feita em parceria com a Ubisoft.

Divulgação

Indies

Os próximos queridinhos...

... que vão conquistar você

Divulgação Divulgação

Spiritfarer

Um jogo com visual cativante e com mecânicas de gerenciamento dos mesmo criadores de "Jotun" e "Sundered". O objetivo é construir e melhorar um barco para explorar o mundo e guiar espíritos para o além vida. Data: 2020 para PS4, Xbox One, Switch e PC.

Reprodução Reprodução

Way to the Woods

Jogo que impressionou pela arte e ganhou um belo trailer durante a conferência da Microsoft. Os jogadores assumem o papel de dois cervos (pai e filho) em um mundo aparentemente abandonado pelos humanos. Data: 2020 para Xbox One e PC.

Divulgação Divulgação

Unexplored 2

A sequência do curioso "Unexplored" (2017) ganhou um trailer durante a conferência da PC Gaming Show. O estúdio Ludomotion avisa que o jogo é levemente diferente do anterior: agora estamos falando de um RPG de ação. Data: 2020 para PC.

Curtiu? Compartilhe.

Topo